Respirar no amor ♥

O amor é sempre novo. Ele nunca envelhece porque é não-cumulativo, não-armazenador. O amor não conhece nenhum passado; é sempre fresco, tão fresco como as gotas de orvalho. Ele vive momento a momento, é atômico. Não tem nenhuma continuidade, não conhece nenhuma tradição. Cada momento ele morre e cada momento ele renasce novamente. É como […]

O dever de desobediência

“Todo sofrimento do mundo pode ser explicado de forma simples: todos foram recortados, moldados, reorganizados pelos outros sem que eles mesmos sequer tentassem descobrir o que supostamente deveriam ser por sua própria natureza. Eles não deram uma chance à existência. Desde o momento em que uma criança nasce, começam a estragá-la, sempre com boas intenções, […]