Pai alcoólatra: se é o pai, é ele mesmo que o filho quer


Um dos momentos marcantes foi numa constelação onde o pai, que se disse envolvido com alcoolismo, buscava uma forma de se reaproximar da filha, tendo por isso uma ação pendente na Justiça. Ao colocarmos representantes para o pai e a filha, esta imediatamente agarrou-se ao pai, abraçando-o com amor e forte emoção, como quem tem medo de perdê-lo. Ambos choravam muito.

Revelou-se, aí, a dinâmica profunda de todo filho que tem subtraído o direito à presença do pai em seu coração, por qualquer circunstância – e muitas vezes por causa de julgamentos dos próprios familiares e da sociedade, que fazem a criança acreditar que seu pai, assim como é, não é bom, não é certo, não tem direito a pertencer e participar da sua vida.

Racionalmente, a criança acredita nisso, e ela mesma tende a excluir o pai de seu coração, encontrando argumentos convincentes para isso. Mas isso só ocorre superficialmente, no nível racional. Na realidade, para a criança, nas profundezas de sua alma, não existe tal julgamento. Tudo o que ela quer é tomar seus pais assim como são, exatamente assim, e dar-lhes no coração o lugar que lhes é próprio.

Na alma do filho não existe “pai errado”; qualquer julgamento ou exclusão tem consequências nocivas ao filho, que inconscientemente fará algo que honre esse pai excluído, muitas vezes repetindo na vida justamente um padrão pelo qual se deu a exclusão (tornando-se alcoólatra ou afastando-se do próprio filho no futuro, por exemplo). É o seu pai. O único de onde recebeu a vida, que está presente em cada célula do corpo do filho. Sem pai, sem filho.

Quanto mais se nega ao filho o direito de tomar o pai assim como é, maior a força inconsciente que vincula os dois, tornando-os iguais. Quando a filha abraçou com firmeza o seu pai, tudo isso ficou claro e todos os julgamentos perderam o sentido. A filha quer o pai, o seu pai. Simples assim.

Quando incluímos na constelação uma representante para a mãe, esta imediatamente tentou puxar a filha e afastá-la do pai. Por mais que tentasse fazê-lo, a filha se agarrava ao pai e não admitia tal separação.  Ela disse que queria ficar com os dois, e assim ficaram por algum tempo.

Depois, incluímos também uma representante para o alcoolismo, e foi então que ficou claro que este não dizia respeito somente ao pai, mas também à mãe – possivelmente por meio de alguém de sua família de origem. De alguma forma, tratava-se de um destino de ambos. A representante do alcoolismo se sentia muito forte. Os três – pai, mãe e filha – evitavam olhar, mas acabaram olhando para o alcoolismo com temor, e reconheceram que ele representava algo muito grande, que incluía uma imensa dor por conta de fatos ocorridos no passado (talvez na geração dos avós, bisavós ou antes disso), envolvendo inclusive mortes trágicas.*

Os membros do sistema familiar, quando não conseguem olhar para tal realidade, continuam carregando-a consigo, inconscientemente, e sentem o peso disso em sua vida. O alcoolismo é uma forma que as pessoas encontram de suportar tamanha dor e sobreviver, anestesiando-se. Todos – os representantes, os representados e os que assistiam – ficaram bastante emocionados com essa imagem.

Sami Storch

Fonte direitosistemico

 

 

imagens Pixabel

ACOMPANHEM O ASSUNTO – CONSTELAÇÃO FAMILIAR

Tem questões a serem trabalhadas, entre em contato.

Selma Flávio – Constelação Sistêmica Familiar  e Terapias Vibracionais.

www.selmaflavio.com.br  / 11-9.7387.3144  whatsapp / selmaflavio@gmail.com

Local: Vila Prudente - SP - próx. ao metrô





About Selma Flavio

Selma Flávio - Terapeuta Sistêmica e Vibracional - Partner Internacional Sistema Floral de Bach e outros sistemas florais, EFT (Emotional Freedom Techniques), Taróloga, Constelação Familiar Sistêmica. Formação em Pedagogia, e Educação Transdisciplinar. Proporciona atendimentos terapêuticos, individuais e grupo, cursos e workshops, em Constelação Familiar e Técnicas Transpessoais. Maiores informações e agendamentos pelo whatsapp 11-97387.3144 - CTN – SP nº. 0879 www.selmaflavio.com.br Facebook www.facebook.com/TerapiaDesenvolvimentoPessoal selmaflavio@gmail.com

Deixe uma resposta